| | |

Guia do C√£o - Portal informativo sobre c√£es, gatos e outros animais.

Condi√ß√Ķes de utiliza√ß√£o

Primavera à porta e as carraças também

Por: Filipe Bragança


Estamos a sete dias do come√ßo da Primavera. J√° imagino os passeios com os meus c√£es e muita divers√£o. Mas nem tudo √© perfeito. Na Primavera, tal como no Outono, as carra√ßas tornam-se mais frequentes. Embora as carra√ßas existam durante todo o ano, e da√≠ recomendarmos -enquanto veterin√°rios - uma prote√ß√£o durante todas as esta√ß√Ķes, nesta √©poca, em particular, as condi√ß√Ķes de humidade, temperatura, exposi√ß√£o e intensidade da luz solar s√£o ideais para que estes pequenos parasitas se desenvolvam e constituam um perigo maior.

N√£o existe apenas um tipo de carra√ßas, assim como n√£o existe apenas uma doen√ßa transmitida por estas. De forma geral as carra√ßas podem levar a les√Ķes pelas pe√ßas bucais, anemia uma vez que ingerem o sangue dos seus hospedeiros e transmiss√£o de bact√©rias, protozo√°rios e v√≠rus.
Destacam-se algumas doenças importantes (ver outras na Fonte 1) em que as carraças são importantes vectores, isto é, veículo:

1. Babesiose (agente: Babesia canis, Babesia gibsoni)
Os animais apresentam-se geralmente sem apetite, anémicos e com febre. Esta zoonose, isto é, doença transmitida de um animal para um homem é causada por um protozoário “injectado" no cão quando a carraça (Rhipicephalus sanguineus) se alimenta.

2. Borreliose ou doença de Lyme (agente: Borrelia burdorferi)
Pode apresentar para além dos sintomas semelhantes à babesiose, problemas articulares que levam o animal a coxear, glandulares e musculares. Esta bactéria é também uma zoonose importante.

3.  Erlichiose (agente: Erlichia canis)
A bact√©ria causadora desta doen√ßa pode levar a, para al√©m de febres, problemas respirat√≥rios, edema (ac√ļmulo anormal de l√≠quido) e v√≥mitos.

A recomendação é, caso verifique estes sintomas nos seus animais, recorrer a um veterinário para que este possa fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento. Claro que o mais económico, saudável e recomendável, é prevenir a ocorrência destas doenças através da eliminação dos parasitas externos, isto é, pela profilaxia das carraças.

Existem no mercado v√°rios produtos eficazes, na forma de coleiras, sprays, spot on, e comprimidos mastig√°veis.Deve aplicar de acordo com as instru√ß√Ķes do m√©dico veterin√°rio e do fabricante do produto para garantir a seguran√ßa e maximizar a efic√°cia. Leia algumas dicas importantes sobre a import√Ęncia de desparasitar aqui:



Fonte 1: http://www.akcchf.org/canine-health/your-dogs-health/caring-for-your-dog/canine-tick-borne-disease.html

Fonte 2: https://www.vets-now.com/pet-owners/dog-care-advice/tick-borne-disease-in-dogs/

Fonte 3: http://www.scalibor.pt/Parasitas-doencas-e-prevencao/As-carracas.aspx


Leia também:

Apoios institucionais


Creative Commons License

Guia do C√£o © by OneGlobalHealth Consulting is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.